• Cabeçalho

PROGRAMA DE INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA: (+) ATIVO

Área: Enfermagem

Destinatários: Pessoas Assistidas

ENQUADRAMENTO

O envelhecimento é considerado um processo contínuo que provoca alterações significativas no equilíbrio e na capacidade de marcha trazendo, muita das vezes, um comprometimento da autonomia da pessoa assistida.

As pessoas assistidas da unidade 06 – Maria Josefa encontram-se numa faixa etária superior a 65 anos, existindo, por isso, sinais mais evidentes de alterações no envelhecimento, sobretudo ao nível físico. Desta forma, o exercício e a atividade física em geral surgem como instrumentos valiosos na promoção da qualidade de vida e na redução dos efeitos do envelhecimento (Daley & Spinks, 2000).

Neste âmbito surge o programa “ (+) Ativo” que integra atividades de exercício físico adaptado às capacidades dos elementos integrantes, no sentindo de melhorar as suas competências funcionais.

OBJETIVOS GERAIS

  • Proporcionar intervenções que promovam a atividade física, nomeadamente ao nível de duas áreas: coordenação motora e equilíbrio; e motricidade fina;
  • Diminuir o sedentarismo das pessoas assistidas incluídas no programa.

 

OBJETIVOS OPERACIONAIS

  • A realização de intervenções ao nível de duas áreas distintas (coordenação motora e equilíbrio, e motricidade fina);
  • Que as pessoas assistidas adiram às sessões propostas;
  • A manutenção dos resultados da aplicação da Escala de Downton (avaliação realizada no último quadrimestre).

 

METODOLOGIAS UTILIZADAS/ATIVIDADES A DESENVOLVER

As metodologias utilizadas são: atividade individual e de grupo, com recurso à aplicação de exercícios de motricidade fina, coordenação motora e o equilíbrio.

O programa consistirá na realização de duas sessões semanais, da responsabilidade da equipa de enfermagem, sendo que uma delas deve consistir em exercícios de motricidade fina e a outra, em exercícios de coordenação motora e equilíbrio.

INDICADORES

Como indicadores do programa terapêutico definimos:

Indicador de processo: Número de sessões;

Indicador de resultado: Taxa de adesão às sessões, Número de áreas de intervenção, Taxa de melhoria/manutenção do risco de queda - Resultados da aplicação da Escala de Downton no último quadrimestre (Avaliação anual).

Indicador de Efetividade: Taxa de concretização do programa terapêutico.



© Copyright 2020, Irmãs Hospitaleiras. Todos os direitos reservados.